Buscar
  • Jornal Carangola

2ª MAIOR TERMELÉTRICA DO PAÍS PARA DE FUNCIONAR 4 DIAS APÓS INAUGURAÇÃO



Em meio à maior crise hídrica em 91 anos, a termelétrica GNA I, em São João da Barra, no Rio de Janeiro, parou de funcionar 4 dias após entrar em operação. Trata-se da 2º maior termelétrica do país. A informação foi confirmada pelo ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico).


Com capacidade instalada de 1.338 megawatts (MW), a UTE GNA I está localizada no maior complexo termelétrico das América Latina. O investimento no local, onde também será construída outra termelétrica, é de R$ 10 bilhões.


A usina consegue abastecer 4 milhões de pessoas ao custo de geração de R$ 552 por MWh (megawatt-hora).


O início de operações da usina estava previsto para o 1º semestre, mas foi adiado por conta de problemas na fase de implantação.


O Brasil enfrenta a pior crise hídrica dos últimos 91 anos. Na 3ª feira (14.set), o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que a situação piora a cada mês. Segundo ele, não há previsão de quando o cenário estará normalizado.


Por Alexandre Leoratti

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
mobile-1.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png