Buscar
  • Jornal Carangola

Ainda não acabou! Deslocamento de talude de mina em Barão de Cocais sobe para 43,8 cm por dia

A Agência Nacional de Mineração (ANM) atualizou, na noite deste domingo (2), as informações sobre a movimentação do talude da mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais, na região Central do Estado. Por volta das 18h deste domingo, pontos isolados da parede da barragem se movimentaram, atingindo 43,8 cm. A velocidade aumentou em relação ao período da manhã, quando o índice era de 42,4 cm por dia.

O Corpo de Bombeiros informou que permanece a tendência de que as partes que escorreguem da estrutura caiam no fundo da cava. Vinte e sete militares acompanham a situação na barragem e na mina, com 10 viaturas.

A Vale também acredita que a estrutura irá deslizar gradualmente para a cava, sem afetar a barragem, que continua com o nível 3 de perigo de rompimento, o mais alto.

Na última sexta-feira (31), uma porção de uma das paredes do talude de 600 m² se desprendeu em direção ao fundo da cava, mas a Barragem Sul Superior, que fica a uma distância de 1,5 quilômetro da Mina Gongo Soco, não foi afetada, segundo a Vale.

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
mobile-1.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png