• Jornal Carangola

Causas do acidente com o ônibus de turismo na BR-381 ainda são desconhecidas e sobe para 18 mortos

Segundo a perícia, o primeiro impacto após a queda ocorreu a 26 metros da ponte; depois, o veículo fez um giro longitudinal até a última colisão, na parte da frente, a 34,5 metros do viaduto. Subiu para 18 o número de mortos.

De acordo com a Polícia Civil, 13 pessoas morreram no local do acidente e outras cinco morreram no Hospital Margarida


Acidente entre João Monlevade e Nova Era deixou 18 mortos e 26 feridos - Foto: CBMMG/Divulgação

As causas do acidente com um ônibus de turismo que caiu de uma altura de 35 metros da chamada Ponte Torta, na BR-381, entre João Monlevade e Nova Era, na região Central de Minas, na tarde da última sexta-feira (4), ainda são desconhecidas.


Ainda não se sabe também se o coletivo estava em alta velocidade no momento da queda, e se outro veículo se envolveu no acidente, que deixou 18 mortos e 26 feridos, entre eles, um garoto de 15 anos. As informações foram repassadas pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) em coletiva de imprensa realizada, na tarde deste sábado (5), em Belo Horizonte.

Conforme a perita criminal Daniella Rodrigues Caldas Leite, todos os elementos, como medições e fotografias, foram coletados do local do acidente para análise. Um equipamento do coletivo também foi recolhido para que os peritos analisem se houve alguma falha mecânica no ônibus que possa ter causado o acidente.


“A ponte possui um declive de 4 graus em sua subida. Até agora, o que podemos afirmar é que, quando transitava na altura do KM 350 da via, o ônibus iniciou um movimento de marcha ré e, depois, ele precipitou, devido à inclinação da pista, descendo sem controle, e saindo pela lateral esquerda da ponte. Com isso, o primeiro impacto ocorreu a 26 metros da ponte. Depois, o veículo fez um movimento de giro longitudinal até colidir a sua parte frontal a 34,5 metros da ponte”, esclareceu a perita criminal.

Ainda de acordo com Daniella, não é possível precisar quando o laudo com a causa do acidente será finalizado, já que outros exames e perícias complementares podem ser necessários posteriormente.


Entenda


Antes de o ônibus de turismo cair da ponte de 35 metros, algumas pessoas conseguiram pular do veículo em movimento, na tentativa desesperada de salvar as suas vidas. Infelizmente, mesmo assim, 18 morreram e 26 ficaram feridas, entre elas, um garoto de 15 anos.


Até o momento, oito vítimas do acidente, que estavam dentro do coletivo, já foram ouvidas pelos investigadores da Polícia Civil.


O motorista do ônibus que fugiu da cena do acidente segue desaparecido. Já outro motorista do coletivo faleceu na queda. Os policiais também investigam se havia um terceiro motorista no veículo.


A Prefeitura de João Monlevade, na região Central de Minas Gerais, confirmou, na manhã deste sábado (5), mais uma morte decorrente do acidente do ônibus de turismo que caiu do viaduto Ponte Torta. Com isso, o número total de óbitos chega a 18.


Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social, a vítima é Elias Vieira Batalha, de 59 anos, que estava internado no CTI do Hospital Margarida, em João Monlevade. O homem é de São Paulo, e familiares dele já estão na cidade mineira.


De acordo com a Polícia Civil, 45 pessoas estavam no ônibus. Dessas, 13 morreram no local. A maioria dos feridos (28) foi conduzida para o Hospital Margarida, onde cinco morreram. Três que estavam na unidade hospitalar de João Monlevade foram transferidas para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, em Belo Horizonte. Outras três pessoas, que pularam do ônibus antes da queda, não ficaram feridas. O motorista não foi localizado.


No hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS), um homem de 33 anos e um menino, de 10, estão em estado grave. Uma menina, de 13 anos, apesar de sofrer traumas, como uma fratura no tornozelo, está em situação menos delicada.


Informações dão conta de que o veículo saiu de Santa Cruz do Deserto, povoado de Mata Grande (AL), às 9h de quinta-feira (3), com destino a São Paulo (SP). Quando estava passando pela ponte, no sentido Belo Horizonte da pista, o condutor teria perdido o controle do ônibus, após suposta falha mecânica no freio, e o veículo voltou em marcha à ré, colidindo com a mureta do viaduto. O ônibus caiu às margens da Estrada de Ferro Vitória Minas e do rio Piracicaba, de uma altura aproximada de 35 metros.


A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou inquérito para investigar as causas do acidente. Todos os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal de Belo Horizonte.


Lista de vítimas

Os bombeiros enviaram a lista das vítimas que perderam a vida no acidente. Veja:

  1. Caio Lucas Santos

  2. Cícero Jeferson Andrade da Silva

  3. Cícero Oliveira Lima

  4. Clemilton Santos Nascimento

  5. Denise Maria do Nascimento

  6. Elias Vieira Batalha

  7. Joelson Queiroz dos Santos

  8. José Ricardo da Silva

  9. José Roberto Santos da Silva

  10. Lázaro Santos Barbosa

  11. Manoel José da Silva

  12. Marcondes Teixeira lima

  13. Maria Silma da silva Batalha

  14. Ainda não identificado

  15. Ainda não identificado

  16. Ainda não identificado

  17. Ainda não identificado

  18. Ainda não identificado


Por LISLEY ALVARENGA, RAFAELA MANSUR E ALEX BESSAS

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
perfil.png
açougue-fava.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png
PURO SABOR FOTO PERFIL.png
0.png
WhatsApp Image 2022-09-26 at 14.05.32.jpeg
dna_estrategico.png
WhatsApp Image 2022-09-26 at 14.05.32 (2).jpeg