Buscar
  • Jornal Carangola

DIVINO - Nota do Tenente da Polícia Militar de Divino Felipe Costa Montenegro


NOTA Visando esclarecer alguns fatos que ocorreram durante essa semana, ocorrendo várias postagens, boatos e “memes” em Redes Sociais e Aplicativos para Smartphones (Whatsapp), sobre o possível envolvimento de um Líder Religioso da cidade, P. R. C. – 30 anos, em fatos de cunho sexual envolvendo menores.Sobre esse fato foram registrados 03 (três) Boletins de Ocorrência, dois deles acompanhados de perto pelo Conselho Tutelar de Divino/MG.

O primeiro fato foi um caso de suposta Ameaça, onde uma pessoa alega que tal líder religioso estaria a ameaçando também por meios eletrônicos (aplicativos, mensagens, ligações telefônicas), pois para o Líder Religioso essa pessoa seria a responsável por uma suposta montagem com fotografias e supostas conversas dele. Diante desse fato foi feito um Boletim de Ocorrência e um Termo Circunstanciado de Ocorrência, já ficando agendada uma audiência no Fórum da Comarca de Divino/MG figurando uma pessoa como vítima e o Líder Religioso como suposto autor. O segundo fato envolve uma menor, que na companhia dos pais relata ter sido vítima de suposto fato de cunho sexual praticado pelo líder religioso.Um terceiro fato também envolve uma menor, que na companhia da mãe relata ter presenciado de perto o suposto fato de cunho sexual também praticado pelo líder religioso. Esses dois últimos fatos foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil em Divino/MG através do respectivo Boletim de Ocorrência, para que sejam apurados ou não de acordo com o entendimento da Autoridade de Polícia Judiciária, tendo em vista que tais fatos alegados pelas menores teriam ocorrido há alguns meses. Agindo de ofício, a Polícia Militar consultou outros Estados da Federação, e descobriu que no Estado de São Paulo existia um Mandado de Prisão em aberto contra o Líder Religioso, que de imediato foi cumprido pela Polícia Militar que o encaminhou à Delegacia de Polícia Civil em Divino/MG, para que ele ficasse à disposição da justiça. Frisa-se que tal Mandado de Prisão não tem nada a ver com os fatos vinculados pela própria população no decorrer da semana.

  Na data de ontem, 11 de abril de 2019, por volta de 19h30min, a Polícia Militar foi acionada a Comparecer na Avenida Pedro Givisiez, onde fiéis da Igreja que haviam doado alguns utensílios/objetos, queriam reavê-los naquele momento adentrando a Igreja sem o consentimento da Liderança da Igreja. Obviamente a Polícia Militar agiu não permitindo tal ação por parte de populares, que deixaram o local e foram orientados a fazerem tal atitude da forma legal. Esses são os fatos. Reforçamos o compromisso da Polícia Militar em Promover Segurança Pública no Município de Divino/MG.



Felipe Costa Montenegro, 2º Tenente PMComandante do 3º Pelotão de Polícia Militar em Divino/MG

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
mobile-1.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png