• Jornal Carangola

Divino – PCMG deflagra operação que investiga crime de furto em residência ocorrido na Zona Rural

Durante a ação, foram apreendidos diversos objetos, tais como televisão, telefones celulares, máquinas derriçadeiras, furadeira, luneta e outros equipamentos.


Nesta terça-feira (31/5), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou operação que investiga crime de furto cometido em março, em uma residência situada na Zona Rural de Divino, na Zona da Mata mineira. Na ocasião, foi cumprido mandado de busca e apreensão em um imóvel, na Comunidade da Graminha, na zona rural de Fervedouro.


No local, foram apreendidos diversos objetos, tais como televisão, máquinas derriçadeiras, pulverizador motorizado, furadeira, telefones celulares, luneta e outros equipamentos. Conforme informações do delegado Cristiano Silva de Almeida Valverde, as buscas foram realizadas na residência de um homem de 39 anos, investigado por envolvimento no furto praticado na noite do dia 19 de março, no Alto Taquaraçu, em Divino. Na época, uma família teve seus bens subtraídos, quando não estava em casa e participava de um evento.


A ação foi possível, após trabalhos investigativos que identificaram o suspeito de cometer a prática criminosa. Apurações indicaram que, na data do crime, o homem teria utilizado o veículo dele para realizar o transporte dos diversos objetos furtados, entre eles, roçadeiras, televisão, motosserra, furadeira, entre outros bens. “Na ocasião, parte dos objetos furtados foram localizados próximo à residência das vítimas. Contudo, alguns bens não foram encontrados na época dos fatos, mas, na data de hoje, a Polícia Civil logrou êxito em arrecadar alguns objetos que apresentam as mesmas características de alguns furtados na casa das vítimas, além de outros com procedência duvidosa, que podem estar relacionados a crimes contra o patrimônio da mesma modalidade praticados na região”, explica o delegado, complementando que as investigações prosseguem.


Material apreendido. No total, durante a operação, foram apreendidos os seguintes objetos: Máquinas derriçadeiras; Ferramenta; Uma lavadora de alta pressão; Uma furadeira; Um pulverizador motorizado; Uma esmerilhadeira/ lixadeira; Uma serra mármore; Uma lanterna; Um motor de roçadeira; Uma caixa de broca; Roupas; Dois cabos de roçadeira; Uma espingarda de pressão; Uma luneta; Uma TV; E dois aparelhos celulares.

Equipe:

Chefe do 4º Departamento, Flavia Mara Camargo Murta.

Delegado regional em Muriaé, Alessandro Amaro da Mata.

Delegado Cristiano Silva de Almeida.

Investigadores Jardel Ferreira de Souza, Deyvid Cesar Figueiredo Valente e Rodrigo da Silva Rocha.



Por Antenor Gonçalves Neto

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
perfil.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png
BAILE-DA-INDEPENDÊNCIA-TODOS-finalizado.png