• Jornal Carangola

Instalação de enfeites em estruturas da rede elétrica é proibida, alerta Cemig

População já começa a decorar as ruas das cidades para a Copa do Mundo, mas é preciso máximo cuidado para não causar acidentes e estragar a festa


A menos de uma mês para o início da Copa do Mundo Fifa 2022, os torcedores já começam os preparativos e a enfeitar as ruas em todo país. Mas a Cemig dá um alerta importante à população: é proibido instalar quaisquer objetos e itens de decoração em postes e outros componentes da rede elétrica, incluindo os padrões de energia das residências, pois o risco de acidentes é muito grande. Nos últimos dias, a companhia intensificou a fiscalização dentro de suas ações de prevenção para a segurança da população. Dessa forma, equipes da empresa já começaram a identificar ornamentações em estruturas que comportam a rede elétrica de até 13,8 mil volts em sua área de concessão, um tipo de ação que não deve ser praticada e que pode causar acidentes gravíssimos. No mês passado, um caso ganhou repercussão após moradores instalarem uma decoração na Rua Francisco Bicalho, no bairro Caiçara, em Belo Horizonte, fazendo algumas amarrações nos postes da Cemig. Técnicos da empresa estiveram no local e, em comum acordo com os organizadores, encontraram uma solução alternativa para a manutenção dos enfeites sem utilização das estruturas da companhia e eliminando os riscos elétricos para a população. A decoração foi colocada em postes de madeiras instalados pelos moradores. A companhia fez a retirada e reinstalação da ornamentação. "As orientações da companhia são fundamentais para que sejam evitados acidentes com a eletricidade, que podem ocorrer no momento de instalação ou da retirada dos enfeites, ou até mesmo o lançamento desses componentes contra o cabeamento de energia em função da força do vento, fenômeno característico neste período chuvoso que se inicia. Queremos que todos comemorem, brinquem e se divirtam, mas com segurança e sem correr riscos”, salienta o gerente de Saúde e Segurança do Trabalho da Cemig, João José Soares, que acompanhou o caso de perto e reforçou que o diálogo e as orientações foram determinantes para o desfecho seguro e satisfatório da situação de risco encontrada. O que é proibido? Em vias públicas e praças, os enfeites e ornamentos precisam ser instalados longe das redes de energia, jamais podem ser afixados nos postes, braços de iluminação pública e nunca fixados com arames metálicos, pois, além de colocarem em risco os instaladores, dificultam o acesso dos eletricistas para a manutenção do sistema elétrico. Além do risco de choque elétrico, existe o risco de queda por altura durante a afixação dos enfeites e isto pode ser fatal. É preciso também máxima atenção em relação à trios elétricos e outros veículos com altura superior à normal, pois a colisão com cabos instalados nas estruturas pode causar o rompimento da fiação e até o colapso dos postes, causando acidentes graves e falta de energia. Em casos de acidente envolvendo redes elétricas, a empresa orienta que a população ligue imediatamente para o número 116 – que funciona 24 horas por dia, e aguarde a chegada dos técnicos especializados da Cemig. Além da Cemig, a população também pode acionar gratuitamente o Corpo de Bombeiros ou a Polícia Militar: o telefone dos Bombeiros é 193, e o da PM é 190. Quem pode utilizar postes das distribuidoras de energia De acordo com João José Magalhães Soares, as únicas empresas que podem utilizar a infraestruturas dos postes de energia são as de telefonia, internet e TV a cabo que possuem convênio de compartilhamentos com a companhia.

“O compartilhamento dos postes com as empresas de telefonia, internet e TV a cabo faz parte de um acordo firmado entre a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Conforme legislação, as empresas que utilizam postes precisam estar regularizadas e atendem normas técnicas e comerciais e especificas”, explica.

Sendo assim, a Cemig reforça que não há permissão para instalação de quaisquer equipamentos, objetos ou materiais que não sejam aqueles para operação da rede de distribuição ou especificados nas resoluções do setor elétrico, telecomunicações e processamento de dados, salvo o caso excepcional das placas de sinalização de trânsito. Outras recomendações: – Não lançar artefatos (serpentinas, confetes, entre outros) na rede elétrica, sejam metálicos ou não. – Antes de fazer qualquer ligação elétrica ou de instalar enfeites que utilizem energia (lâmpadas etc), consultar um eletricista especializado. Fazer gatos é crime e traz sérios riscos para quem faz e para a população. – Não instalar nenhum enfeite próximo à rede elétrica, independentemente do material. – Com relação a estruturas para exibição de jogos em telões e apresentação de shows, na montagem e na desmontagem deve-se considerar a existência das redes elétricas aéreas e, em caso de escavação, de redes subterrâneas, nunca montando estes palanques embaixo da rede elétrica da Cemig. – Atenção à instalação de antenas de TVs ou de internet, que devem ser colocadas sempre longe dos fios das redes elétricas, e sempre utilizando hastes de dimensões inferiores à menor distância entre o ponto de instalação e a fiação da Cemig. – A fixação das coberturas de palcos e assemelhados deve ser bem-feita para evitar o desprendimento e a possível projeção contra a rede elétrica, em casos de ventos fortes. – Aparelho de som, refrigeração, churrasqueiras elétricas e outros aparelhos deste tipo não devem ser ligados próximo a duchas ou piscinas. – Não utilizar improvisos (gambiarras), pois eles aumentam o risco de acidentes com a rede elétrica. – Outro alerta importante é em relação aos fogos de artifício, que devem ser manuseados somente por adultos e utilizados em locais distantes da rede elétrica, afastados de bandeirinhas e de demais enfeites ou materiais que apresentem risco de incêndio. – Não tentar socorrer as vítimas se houver contato com fio partido. Nesse caso, acionar imediatamente a Cemig e o Corpo de Bombeiros.

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
zanon zap-Cover.jpg

Parceiros

exame.png
perfil.png
açougue-fava.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
Jornal - viajecirene.png
sandro-do-táxi.png
PURO SABOR FOTO PERFIL.png
WhatsApp Image 2022-09-26 at 14.05.32.jpeg
dna_estrategico.png
logo-perfil.jpg
jornal(clinica).png
BIOMED-Cover.jpg
PERFIL.png