Buscar
  • Jornal Carangola

Menino de 5 anos atingido por bala perdida em Guarapari passa por cirurgia e segue internado

Passou por cirurgia e segue internado em estado grave no Hospital Infantil de Vitória, no Espírito Santo, o garotinho de 5 anos de Belo Horizonte que foi atingido na cabeça por uma bala perdida na tradicional praia do Morro, em Guarapari, no último sábado (23). A informação não foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde do Estado vizinho, que disse não divulgar o estado de saúde de pacientes. Porém, funcionários da unidade de saúde conversaram com a reportagem da TV Gazeta, afiliada da rede Globo local, e confirmaram que a criança passa bem após a intervenção cirúrgica.


O menino foi baleado na tarde de sábado, quando um rapaz de 18 anos chegou de moto na praia atirando contra um homem. Cerca de cinco disparos foram efetuados na direção do alvo, mas apenas a criança - que brincava na areia ao lado da família - foi atingida. Desesperada, a mãe do garotinho correu para a avenida com o filho nos braços.


Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o desespero dos familiares do menino e das pessoas que estavam na praia na hora do ocorrido.

Assista:



Pouco tempo depois, uma viatura que passava pela região socorreu o garotinho até o Hospital Infantil Francisco de Assis, em Guarapari. Lá, a criança foi estabilizada e, mais tarde, transferida para a unidade hospitalar da capital do Estado, onde havia mais recursos para atendê-la. 


No domingo (24), a Polícia Civil (PC) do Espírito Santo chegou a divulgar que a criança teria morrido, informação que acabou sendo corrigida pela corporação. Por meio de nota, a polícia disse que o suspeito foi preso e já foi encaminhado para o sistema prisional. "O caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari", completa a instituição policial. 


Criança foi visitar o pai 


Após a polícia divulgar a informação errada sobre a morte, vários veículos de imprensa locais divulgaram a informação. Depois disso, um deles, o portal Tempo Real, foi procurado por uma familiar do garotinho que desmentiu a informação e deu mais detalhes sobre a viagem da família. 


“Sou prima do pai da criança baleada na Praia do Morro, a criança veio visitar o pai que mora em Vila Velha e veio passear com a mãe na Praia do Morro. Ela passou por cirurgia e o estado dela é bem delicado”, descreveu a familiar para o portal local. 


O Jornal Carangola tentou contato com os parentes do menino, porém, até o momento, ninguém respondeu às solicitações. 

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o desespero dos familiares do menino e das pessoas que estavam na praia na hora do ocorrido.



Por José Vítor Camilo

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
mobile-1.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png