• Jornal Carangola

MIRADOURO: ONDE VAMOS PARAR? Placas afixadas no calçadão pró-vida foram furtadas


O Calçadão Pró-Vida Dr. Sérgio Valério Cabral, localizado às margens da Rodovia BR-116, no perímetro urbano de Miradouro, foi vítima de atos criminosos na noite da última segunda-feira, 12 de julho. Infelizmente, várias placas embelezadoras do Calçadão e da paisagem urbana, foram furtadas. As placas, afixadas pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo foram ali colocadas com o objetivo de incentivar as atividades físicas e mentais dos usuários do Calçadão, torna-lo mais aprazível e trazer cidadania ao meio ambiente.


A punição para tais atos está prevista no Código Penal Brasileiro, a partir da Lei nº 13.531, de 07 de dezembro de 2017, em vigor desde o dia 08 de dezembro de 2017, que modificou a tipologia dos crimes de dano e receptação, acerca do patrimônio público. A nova Lei insere novos entes estatais no dano qualificado, conforme Parágrafo único, inciso III, do artigo 163 do Código Penal. Assim, o crime de dano é previsto do artigo 163 do Código Penal, consistente em destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia, com pena de detenção, de um a seis meses, ou multa (o chamado dano simples). Entretanto, a pena é aumentada se presentes as circunstâncias previstas no parágrafo único, o denominado dano qualificado, com pena de detenção, de seis meses a três anos, e multa, além da pena correspondente à violência.


O patrimônio público não é meu e nem seu. Pertence a toda coletividade e, por isso, a preservação do bem coletivo é mais importante que os bens individuais. É possível fazer o que se deseja com o patrimônio particular, mas o bem público tem destinação específica, deve ser utilizado em benefício da coletividade, sob pena de responsabilidade.



Por Portal Miradouro

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
perfil.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png
0.png