• Jornal Carangola

Muriaé investiga caso suspeito de coronavírus

Prefeitura está dando assistência à família e seguindo protocolo do Ministério da Saúde

Muriaé notificou, nesta quarta-feira (11), junto ao Ministério da Saúde, através do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), o primeiro caso suspeito do novo coronavírus (Covid-19) no município. Trata-se de menina proveniente de país europeu com epidemia instalada e classificado como área de risco de transmissão.


“A apresentação de sinais respiratórios e início de manifestação dentro de períodos classificados como de incubação e transmissibilidade utilizados pelo Ministério enquadram como caso suspeito”, afirma o médico infectologista da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Daniel Licy. Ainda segundo o especialista, não há manifestação de gravidade no caso em questão. “A evolução é branda, amena e autolimitada até o momento”, completa. Dados pessoais não estão sendo divulgados por questões éticas.

A Prefeitura está prestando toda a assistência à família e seguindo o protocolo estipulado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) do Ministério da Saúde.


“As medidas técnicas propostas frente ao quadro foram tomadas prontamente pelos serviços de atendimento do nosso município, em seu nível hospitalar e Centro de Epidemiologia da Secretaria de Saúde, visando o controle da situação e a garantia das medidas obrigatórias contidas nas diretrizes do Ministério da Saúde frente ao agravo”, destaca o secretário da pasta, Paulo César de Oliveira, frisando que não há motivo para pânico e que, no momento, não há necessidade de se fechar escolas, por exemplo.

As amostras de exame foram enviadas para a Fundação Ezequiel Dias (Funed), instituição referência no Estado para realização de testes de identificação do Covid-19. O resultado será divulgado em até oito dias úteis.


Vale frisar que atualizações sobre o caso serão divulgadas pelos canais oficiais da Prefeitura. O secretário da pasta orienta a população a buscar informações somente em veículos confiáveis, a fim de se evitar as notícias falsas e consequente alarme desnecessário sobre a doença.


A partir de agora, uma equipe da Secretaria de Saúde, composta por médico e enfermeiro, fará três visitas diárias à família, seguindo o procedimento protocolar do MS. Eles usarão os equipamentos também recomendados pelo Ministério. Além disso, todos os médicos da rede municipal de saúde serão capacitados para atender a população, caso necessário.


Contato com o Cievs – Em caso de sintomas do novo coronavírus, o contato com o Cievs deve ser feito somente pelo médico. O Centro não está atendendo demandas por outros profissionais. Todos os casos estão sendo discutidos e avaliados individualmente.


Fonte: Prefeitura Municipal de Carangola

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
perfil.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png
BAILE-DA-INDEPENDÊNCIA-TODOS-finalizado.png