Buscar
  • Jornal Carangola

Operação da Polícia Civil resulta na maior apreensão de drogas e armas do estado


Três toneladas de maconha, 35 armas de fogo e cerca de 1000 munições, foi o saldo da operação "Murum", deflagrada pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Juiz de Fora. A ação ocorreu na noite de terça-feira(21), considerada a maior apreensão de armas e drogas feita pela Polícia Civil no estado. Um homem foi preso.


As investigações, envolvendo o suspeito W.S.M., de 38 anos, apontam que ele estaria atuando com traficantes do Rio de Janeiro em carregamento de drogas e armas para Juiz de Fora e favelas do Rio de Janeiro. A partir de então, a equipe de policiais chegou a um sítio, localizado no bairro Torreões, em Juiz de Fora. O espaço era utilizado pela organização criminosa como porto seco, onde carregamentos, vindos do Paraguai, eram armazenados e distribuídos em cidades mineiras e na capital fluminense. No local, os policiais encontraram, no fundo falso de um caminhão, três toneladas de maconha, 35 armas, sendo 8 fuzis, e cerca de 1000 munições.


O investigado, que estava no sítio, teve a prisão ratificada por tráfico internacional de drogas e tráfico internacional de armas, sendo encaminhado para o Sistema Prisional.


Em coletiva de imprensa, o Delegado Regional, Armando Avolio, ressaltou a importância da apreensão e da operação realizada. Ele afirmou que além de retirar, da posse dos criminosos, um arsenal bélico de altíssimo poder de fogo, a Polícia Civil impediu a circulação dos entorpecentes. Registrou, ainda, que se pode considerar a maior quantidade de maconha já apreendida na cidade, pela Polícia Civil, dando fim ao esquema criminoso na cidade mineira, usada para guardar armas e drogas de facções cariocas.


O Delegado Rogério Woyame, responsável pelas investigações, afirma que o trabalho terá continuidade para identificação de demais integrantes do grupo criminoso.


Por ASCOM-PCMG

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
mobile-1.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png