top of page
  • Foto do escritorJornal Carangola

Operação DESPOJO cinco foram detidos em cidades da Zona da Mata durante combate ao crime organizado


Gaeco divulgou balanço de ação realizada na última sexta-feira (26) em Leopoldina, Recreio, Ubá e Tocantins. As investigações continuam para verificar outros possíveis envolvidos.


O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) informou nesta segunda-feira (29), o balanço da ação de combate ao crime organizado em Leopoldina, Recreio, Ubá e Tocantins. Segundo os dados divulgados, cinco pessoas, de idades não identificadas, foram presas, e um menor apreendido durante a Operação "Despojo", na última sexta-feira (26). Todos os detidos foram conduzidos para a delegacia da Polícia Civil em Leopoldina.


De acordo com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), também foram apreendidos um veículo clonado, celulares, pássaros da fauna silvestre, duas armas, 53 barras de maconha e porções de cocaína.

A partir da investigação da Operação "Bereshit", foi identificada uma outra possível organização criminosa que, em tese, praticava os crimes de tráfico de drogas, lavagem de capitais e associação ao tráfico nos municípios.


Participaram da ação as equipes do Gaeco, regional de Visconde do Rio Branco do MPMG, das Promotorias de Justiça Criminais da Comarca de Leopoldina e da Polícia Militar (PM).


De acordo com a promotoria, a palavra "Despojo" é proveniente do Espanhol e tem como um de seus significados: resto, fragmentos, sobras. Ainda segundo o Gaeco, as investigações continuam para verificar outros fatos e pessoas envolvidas.


Operação 'Bereshit'

A Operação 'Bereshit', em março, desarticulou uma organização criminosa que atuava em Ubá, Juiz de Fora e Visconde do Rio Branco. Como resultado, o MP denunciou à Justiça 19 pessoas, sendo 18 presas, apreendidos mais de 100 Kg de drogas e aproximadamente R$ 4 milhões em bens.

Bereshit é uma palavra hebraica que significa "em princípio" e informa a história do início dos tempos. O nome foi escolhido para marcar também o início dos trabalhos realizados em parceria entre o Grupo de Combate às Organizações Criminosas (GCOC), a PM de Visconde do Rio Branco e o Gaeco no combate à criminalidade violenta.

Comentarios


O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

49.png

Parceiros

exame.png
sicredi 2.gif
2.png
mauricio padilha.png
FOTO PERFIL.png
projetilar.png
LOGOS AYA 2.png
437755017_956548816474171_2121639489067002229_n.jpg
PURO SABOR FOTO PERFIL.png
438198013_958102139652172_1147900987193066066_n (1).jpg
sinergiasolar1_1699029985861.jpeg
WhatsApp Image 2024-04-19 at 16.04.49 (1).jpeg
sicredibotucarai_1705112184178.jpeg
FOTO-PERFIL.png
jornalcarangola_1705119737294.jpeg
PERFIL.png
bottom of page