top of page
  • Foto do escritorJornal Carangola

Polícia Civil de Minas Gerais informa providências relativas ao acidente na BR-381

Equipes atuam em diversas frentes, realizando o acolhimento das famílias das vítimas e a apuração dos fatos

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) divulgou, na tarde deste sábado (5/12), detalhes do acidente ocorrido ontem na BR-381, próximo a João Monlevade, região Central, e detalhou os trabalhos realizados até agora. Desde a ocorrência, a PCMG atua em diversas frentes: atendimento humanizado aos familiares das vítimas, investigação, perícia, procedimentos médico-legais e de identificação dos corpos.


O ônibus saiu de Santa Cruz do Deserto, povoado de Mata Grande, no estado do Alagoas, com destino a São Paulo. O delegado assistente da chefia da PCMG, Rodrigo Bustamante, informou que, até o momento, há 46 pessoas envolvidas no acidente. Deste total, 18 perderam a vida, 16 estão hospitalizadas, sete receberam alta e três não precisaram de atendimento médico. Uma pessoa não foi localizada.


Acolhimento

Das 18 vítimas fatais do acidente, 13 faleceram no local e cinco no hospital. Entre os que perderam a vida, há 17 adultos e um adolescente de 15 anos, sendo 13 homens e cinco mulheres.


O delegado destacou ações como o acolhimento imediato aos familiares das vítimas fatais. “A Polícia Civil se preocupa não apenas em prestar um serviço de investigação e identificação com qualidade e eficiência, mas, em nome do Estado, estamos acolhendo as famílias, disponibilizando alimentação e hospedagem, até que possamos concluir esta complexa etapa de identificação de corpos”, pontuou.

Uma força-tarefa foi montada para atendimento das famílias pela PCMG, incluindo profissionais de psicologia e assistência social. O acidente A perita criminal Daniella Rodrigues Caldas Leite esclarece a dinâmica do acidente. “O ônibus vinha em direção a ponte, e, de ré, colidiu a parte traseira. Em seguida, caiu de uma altura de 26 metros. Com o impulso, o veículo girou e sofreu novo choque, da parte dianteira, o que provocou uma nova queda de 34,5 metros de altura em relação à ponte", explicou. O veículo e o tacógrafo, que já foi inteiramente retirado, passam por perícia. Quando concluído, o laudo poderá apontar a velocidade do ônibus no momento do acidente e o que teria ocasionado a descida do veículo. Identificação A PCMG informa que os procedimentos médico-legais das vítimas já foram finalizados. Superintendente de polícia técnico-científica, Thales Bittencourt aponta que três corpos já foram identificados. Para a comparação de impressões digitais, fichas datiloscópicas estão sendo solicitadas em outros estados. “Estamos em contato com os institutos de identificação de Alagoas, Bahia, Santa Catarina e São Paulo a fim de que nos enviem as imagens para comparação e devida identificação”, detalhou. Investigação Segundo o delegado responsável pela investigação, Paulo Tavares, até a tarde deste sábado oito vítimas haviam sido ouvidas. Ele informa ainda que, de acordo com o apurado até o momento, o motorista, que teria pulado do veículo, segue desaparecido.

A Polícia Civil de Alagoas segue em busca dos responsáveis. Por Redação Com informações: Agência Minas

Comments


O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

49.png

Parceiros

exame.png
sicredi 2.gif
2.png
mauricio padilha.png
FOTO PERFIL.png
projetilar.png
LOGOS AYA 2.png
437755017_956548816474171_2121639489067002229_n.jpg
PURO SABOR FOTO PERFIL.png
438198013_958102139652172_1147900987193066066_n (1).jpg
sinergiasolar1_1699029985861.jpeg
WhatsApp Image 2024-04-19 at 16.04.49 (1).jpeg
sicredibotucarai_1705112184178.jpeg
FOTO-PERFIL.png
jornalcarangola_1705119737294.jpeg
PERFIL.png
bottom of page