top of page
  • Foto do escritorJornal Carangola

Prefeitura de Carangola e Tombense estudam parceria para reforma de estádio

Reforma e ampliação do Estádio Municipal Roseny Soares levaria jogos de maior demanda para a cidade vizinha a Tombos


Estádio Municipal Roseny Soares pode abrigar jogos do Tombense — Foto: Prefeitura de Carangola/Divulgação

Enquanto compete entre equipes tradicionais do futebol brasileiro na Série C, o Tombense pensa longe. Dono de um estádio com capacidade para cerca de três mil torcedores, o Almeidão, o Gavião Carcará sabe que para alçar voos mais altos é necessário ter um palco maior. E a alternativa está na vizinha Carangola.


O presidente do clube, Lane Gaviolle, e o prefeito de Carangola, Paulo Pettersen, além de secretários de diversas pastas, visitaram na quinta-feira o Estádio Municipal Roseny Soares. A ideia é reformar e ampliar a praça esportiva para que passe a ter capacidade para 10 mil torcedores – exigência de regulamentos como o da Série B do Campeonato Brasileiro, por exemplo – e receba jogos de maior demanda.


– É uma situação que envolve a região toda. O prefeito está com boa vontade para tentar levantar recursos para o estádio dentro de uma condição que o Tombense possa jogar lá representando a região. Porque se a gente conseguir subir, seja o ano que for, tem que ter capacidade acima de 10 mil, e o Tombense não consegue chegar. Atenderia a essa dificuldade nossa aqui. A visita foi em relação a isso, espaço, quantos cabem, o valor que fica, o recurso que vai precisar, para ver o que pode ser feito – disse Lane.

Lane Gaviolle e Paulo Pettersen se reuniram nesta semana — Foto: Prefeitura de Carangola/Divulgação

De acordo com o chefe do executivo de Carangola, a reforma do aparelho esportivo atenderia a uma paixão da população e daria à cidade um espaço moderno.


– Hoje o carangolense tem orgulho de torcer para um time estruturado e profissional como o Tombense, que participa de importantes competições oficiais. Nesta parceria que estamos começando a construir, temos a grande chance de unir as expectativas de crescimento do Tombense e também a oportunidade de obter inúmeras conquistas para nossa cidade. O Estádio Roseny Soares, modernizado, desempenhará um papel de fundamental importância para a prosperidade de Carangola. Todos vamos torcer muito pelo sucesso deste projeto – afirmou o Prefeito Paulo Pettersen via assessoria.

Após as reuniões, ficou definido que uma equipe fará um estudo técnico-financeiro a ser apresentado a clube e município. A partir daí, terá início a captação de recursos. Pesam a favor do estádio a localização e o espaço físico.


Estádio Almeidão, em Tombos, receberia jogos de menor apelo — Foto: Rafael Farias/TV Globo Minas

– A ideia seria tentar fazer um estádio da região para o Tombense jogar lá. Levei o meu amigo que fez o do Nacional, o Jorge Feres, que vai fazer o estudo para nós e ver em que ordem vai ser, aí é sentar para conversar. Seria muito interessante para todo mundo. Para o Tombense, para a região, Carangola é uma cidade boa, está a 20 e poucos quilômetros, não me atrapalharia em nada. O Tombense jogaria aqui os jogos menores e lá os maiores. Se subir para uma Série B, jogaria a B toda para lá. Se a gente não tiver essa situação, tem que fazer parceria com o Nacional e jogar em Muriaé, porque a obra demora também. Para fazer um estádio é um ano e meio, dois anos. O local é espetacular. Vamos ver – contou Lane.

O anteprojeto será desenvolvido pelos arquitetos Jorge e Artur Feres, do mesmo escritório responsável pelo projeto do Estádio Soares de Azevedo, do Nacional de Muriaé. A expectativa é de que o estudo em conformidade com normas técnicas da CBF, Estatuto do Torcedor e questões de segurança e acessibilidade, seja concluído em 30 dias.


– A área é excelente, muito bem localizada, de fácil acesso e acreditamos na viabilidade de implantação. Numa comparação com o estádio que projetamos e executamos para o Nacional em Muriaé, temos uma diferença marcante na topografia do terreno. Em Carangola, as arquibancadas serão todas suspensas, tipo uma arena – finalizou Jorge Feres.

Projetistas do Estádio Soares de Azevedo trabalham no anteprojeto de Carangola — Foto: Silvério Machado

Por Raphael Lemos — Juiz de Fora, MG Globo Esporte

Comments


O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

49.png

Parceiros

exame.png
sicredi 2.gif
2.png
mauricio padilha.png
FOTO PERFIL.png
projetilar.png
LOGOS AYA 2.png
sicredibotucarai_1705112161896.jpeg
PURO SABOR FOTO PERFIL.png
sicredibotucarai_1699012659833.jpeg
sinergiasolar1_1699029985861.jpeg
sicredi_1705671512067.jpeg
sicredibotucarai_1705112184178.jpeg
FOTO-PERFIL.png
jornalcarangola_1705119737294.jpeg
PERFIL.png
bottom of page