top of page
  • Foto do escritorJornal Carangola

Quase 80% das rodovias em Minas são consideradas 'regular, ruim ou péssima', aponta pesquisa. Estado

Estado tem cinco estradas entre as piores do país. Cenário Crítico Demanda Soluções Urgentes.



Uma recente pesquisa conduzida pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) revelou um cenário alarmante nas rodovias de Minas Gerais. Com quase 80% da malha rodoviária pavimentada classificada como 'regular, ruim ou péssima', é evidente que o estado enfrenta desafios significativos em relação à infraestrutura viária. Este artigo examinará em detalhes os resultados da pesquisa, destacando os problemas identificados e a urgência de soluções para melhorar as condições das estradas.


Panorama Geral: Quase 80% em Condições Precárias


Minas Gerais, que abriga a maior malha rodoviária pavimentada do país, enfrenta uma situação crítica, conforme revelado pela pesquisa da CNT. Dos 15.605 quilômetros analisados, apenas 21,3% são considerados em condições ótimas ou boas, enquanto os outros 78,7% apresentam algum tipo de problema. Esse quadro coloca o estado em uma posição desafiadora, demandando ações assertivas para reverter a situação.


Aspectos Avaliados e Principais Problemas


O estudo da CNT considerou diversos aspectos, incluindo "pavimento", "sinalização" e "geometria da via". Apenas 11,6% das estradas em Minas são duplicadas, indicando uma limitação na capacidade de absorver o volume de tráfego. A falta de sinalização em 22,9% dos trechos com curvas perigosas é uma preocupação adicional, representando riscos à segurança dos motoristas.


Ranking das Rodovias: Identificando as Piores e Melhores


A pesquisa também elaborou um ranking, destacando as estradas com as piores condições. Entre as mais críticas estão MG-129, MG-164, MG-167, MG-173 e MG-179. Em contrapartida, BR-050, BR-154, BR-455, BR-461 e BR-464 foram classificadas como as mais bem avaliadas. Essa segmentação fornece insights valiosos para direcionar esforços de melhoria nas áreas mais necessárias.


Impacto nos Custos Operacionais e Investimentos Necessários


O estado precário das rodovias em Minas Gerais não apenas compromete a segurança dos usuários, mas também resulta em custos operacionais significativos. O transporte enfrenta um aumento de 42,2% nos custos devido às condições do pavimento. Para reverter esse cenário, estima-se que são necessários R$ 16,63 bilhões em ações emergenciais de reconstrução, restauração e manutenção, de acordo com o CNT.


Chamado à Ação: Urgência na Recuperação das Rodovias


Diante desse panorama desafiador, torna-se imperativo que as autoridades e órgãos responsáveis ajam com urgência na recuperação e melhoria das rodovias. A segurança dos usuários, a eficiência logística e a competitividade econômica do estado dependem diretamente da qualidade de suas vias de transporte. O investimento em infraestrutura rodoviária não é apenas uma necessidade imediata, mas um compromisso com o desenvolvimento sustentável de Minas Gerais.

Por @alexferreira.dna | Acompanhe as atualizações! Siga @jornalcarangola⤵️ #jornalcarangola #carangola #carangolamg #infraestrutura #transporte



Comments


O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

49.png

Parceiros

exame.png
sicredi 2.gif
2.png
mauricio padilha.png
FOTO PERFIL.png
projetilar.png
LOGOS AYA 2.png
437755017_956548816474171_2121639489067002229_n.jpg
PURO SABOR FOTO PERFIL.png
438198013_958102139652172_1147900987193066066_n (1).jpg
sinergiasolar1_1699029985861.jpeg
WhatsApp Image 2024-04-19 at 16.04.49 (1).jpeg
sicredibotucarai_1705112184178.jpeg
FOTO-PERFIL.png
jornalcarangola_1705119737294.jpeg
PERFIL.png
bottom of page