Buscar
  • Jornal Carangola

Administração Fazendária - AF de Carangola não vai mais fechar suas portas

Ciente da crise que o Estado de Minas Gerais vem enfrentando e de suas consequências, onde os Municípios precisam se sacrificar também para manter a máquina pública funcionando e preocupado com o possível fechamento da AF de Carangola, o Prefeito de Carangola, Paulo Pettersen, propôs uma parceria, com a AF (Administração Fazendária) de Carangola, vinculada à Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais, onde a Prefeitura assumiria o pagamento do aluguel, e em troca requisitaria salas no referido imóvel. dessa forma a unidade Fazendária continua na cidade funcionando normalmente no mesmo local e uma nova estrutura é dada a outros setores da prefeitura como é o caso da já instalada Sala Mineira do Empreendedor, que reúne a JUCEMG (Junta Comercial) e o SEBRAE.


VEJA NOTA NA ÍNTEGRA:


O Prefeito Paulo Pettersen recebeu em seu Gabinete a visita do Chefe da agência da AF (Administração Fazendária) de Carangola, Geraldo Antônio Lopes. A AF é vinculada à Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais, situada na esquina da Rua Marechal Deodoro, 333 com a Rua Cel. Adolpho de Carvalho, no centro da cidade. Na ocasião, Geraldo Lopes apresentou sua preocupação com a situação financeira do Estado, que está promovendo uma série de levantamentos visando a redução de custos para a máquina estatal. Ele convidou o Prefeito Paulo Pettersen para uma visita à sede da agência da AF para se inteirar melhor da realidade e articular meios para fortalecer o órgão em Carangola, ampliando oportunidades de serviços e arrecadação para o município.


Prontamente, o Prefeito Paulo Pettersen compareceu na AF na manhã seguinte, cumprimentando servidores e conhecendo toda a estrutura do prédio. Foi informado de que a Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais, no novo Governo do Estado, está realizando uma política de contenção de despesas, e sugeriu às Agências que solicitassem alternativas junto aos municípios-sede para manterem o pagamento dos aluguéis dos imóveis. Preocupado com o possível fechamento da AF de Carangola, o Prefeito Paulo Pettersen propôs uma parceria, onde a Prefeitura Municipal assumiria o pagamento do aluguel, no valor de R$ 3.424,00, e em troca o Município requisitaria salas no referido imóvel.


A proposta de parceria foi aceita entre as partes, inclusive pelo proprietário do imóvel, e com esta decisão, ficou acertada que a Prefeitura ocupará as salas ociosas do prédio da AF de Carangola, sobretudo no 2º andar. A Sala Mineira do Empreendedor, que reúne a JUCEMG (Junta Comercial) e o SEBRAE, e que funcionava em imóvel alugado na Rua Dr. Xenofonte Mercadante, está sendo a primeira a mudar suas instalações para o referido prédio. A previsão é que no decorrer desta semana o atendimento ao público já esteja normalizado. Maiores informações pelo telefone 3741-1137.


“Estamos presenciando a cada dia as consequências da crise do Estado de Minas Gerais, onde os municípios precisam se sacrificar cada vez mais para manter a máquina pública funcionando, uma vez que o ente estatal não está conseguindo arcar com suas responsabilidades. Então é preciso ter sensibilidade e sabedoria para governar num momento de tantas dificuldades como este. Trazer conquistas para nosso município todos queremos, e nosso governo trouxe a Sala Mineira do Empreendedor. Mas também é importante saber preservar o que já é nosso. Por isso, somos sim parceiros do Estado para que essa grave crise financeira logo seja superada pelo bem do povo mineiro. A AF de Carangola é um patrimônio da cidade, assim como os outros órgãos estatais, e jamais permitiríamos que sequer fosse cogitado o seu fechamento. O chefe Geraldo Lopes teve agilidade e espírito público para que Carangola logo pudesse dar a sua resposta e contribuição ao Estado, e essa decisão, tenho certeza, será bem recebida pelo Governo e pelos cidadãos carangolenses”, declarou o Prefeito Paulo Pettersen.


Fonte: ASCOM Prefeitura de Carangola



O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
mobile-1.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png