• Jornal Carangola

Apagão do Whatsapp afeta bilhões de usuários em todo o mundo

Meta, empresa que também administra Facebook e Instagram, informa que o problema foi resolvido, mas não esclarece as causas da interrupção dos serviços por horas. Whatsapp, da empresa Meta, é um dos aplicativos mais populares em todo o mundo.

© Ritchie B. Tongo/EPA/dpa/picture alliance
© Ritchie B. Tongo/EPA/dpa/picture alliance

O aplicativo Whatsapp esteve fora do ar por algumas horas nesta terça-feira (25/10), o que impediu bilhões de usuários em todo o mundo de utilizarem o popular serviço de mensagens.


A gigante da tecnologia Meta, que administra o Whatsapp, o Facebooke outros serviços, informou que o problema já foi resolvido, após ter sido detectado pela plataforma de monitoramento Downdetector e de gerar enxurradas de queixas dos usuários nas redes sociais.


O Downdetector informou que foram relatados problemas no aplicativo desde as 04h17, no horário de Brasília. Muitos não conseguiram sequer acessar a plataforma. A hashtag #whastappdown ("queda do Whastapp") se tornou um dos principais trending topics do Twitter nesta terça-feira. Milhões de usuários também utilizaram o Instagram– igualmente pertencente ao grupo Meta – para alertar sobre o apagão no aplicativo de mensagens.


Mais tarde, a Meta informou que o problema já estava resolvido e pediu desculpas aos usuários pelos inconvenientes. A origem do apagão, no entanto, não foi esclarecida. Em 2021, a empresa já tinha sofrido um apagão semelhante, que atingiu algumas de suas principais plataformas, como Facebook, Instagram, Whatsapp e Messenger.


Segundo o Downdetector, a duração e a escala da interrupção dos serviços utilizados por bilhões de indivíduos gerou um dos maiores incidentes desse tipo já registrados. Na ocasião, o Facebook reconheceu que a interrupção ocorreu por um erro da própria plataforma, não por um problema técnico.


A Facebook Inc. mudou seu nome para Meta há cerca de um ano, sinalizando a mudança para uma visão fundamentada na chamada realidade aumentada, virtual e interativa, que a empresa vê como sendo seu futuro.


No entanto, a Meta atravessa um período de dificuldades financeiras devido à queda da renda gerada por publicidade e pela dura concorrência de outras plataformas, como o Tik Tok, cuja popularidade explodiu entre os jovens.


O Whatsapp foi adquirido pela Facebook Inc. em 2014. Em fevereiro de 2020, o aplicativo ultrapassou a marca de 2 bilhões de usuários, consagrando-se como um dos mais populares em todo o mundo.


rc/av (AFP, DPA, AP)

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
zanon zap-Cover.jpg

Parceiros

exame.png
perfil.png
açougue-fava.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
Jornal - viajecirene.png
sandro-do-táxi.png
PURO SABOR FOTO PERFIL.png
WhatsApp Image 2022-09-26 at 14.05.32.jpeg
dna_estrategico.png
logo-perfil.jpg
jornal(clinica).png
BIOMED-Cover.jpg
PERFIL.png