Buscar
  • Jornal Carangola

Por telefone, bombeiros ajudam a salvar dois bebês engasgados e a realizar parto em Muriaé

Ocorrências distintas foram registradas nos bairros Gaspar, São Joaquim e Aeroporto nesta sexta-feira (20).


Militares do Corpo de Bombeiros ajudaram no salvamento de dois bebês engasgados e auxiliaram em um parto nesta sexta-feira (20) em Muriaé. As ocorrências foram registradas nos bairros Gaspar, São Joaquim e Aeroporto. Veja abaixo mais informações de cada caso.

Bairro Gaspar Segundo informações, a corporação foi acionada pelo 193. Na ocasião, a mãe relatou que a filha dela, de 28 dias, apresentava obstrução das vias áreas por secreção e leite materno e também estava com os lábios roxos.

Conforme os militares, a solicitante foi orientada pelo telefone a realizar manobras de desobstrução e conseguiu reanimar a criança. Uma equipe de resgate deslocou para o endereço, contudo, a mãe já havia se dirigido para a Unidade de Pronto Atendimento da cidade. Bairro São Joaquim O segundo caso ocorreu no Bairro São Joaquim quando uma bebê de um mês se engasgou durante a amamentação. De acordo com a corporação, os familiares ligaram para o 193, onde foi realizado a triagem e o empenho das unidades de resgato para o local.

Durante o deslocamento, o atendente do Corpo de Bombeiros, Cabo Aurélio, iniciou o tratamento da vítima e orientou a solicitante a realizar manobras para salvar a criança. O militar permaneceu com a família pelo telefone até a chegada do resgate no local. Nos dois casos, não conseguimos atualizar o estado de saúde das vítimas porque os nomes não foram informados.

Bairro Aeroporto Também durante a sexta, os bombeiros auxiliaram em um parto por telefone no Bairro Aeroporto. Conforme os militares, a irmã de uma gestante ligou para o 193 e relatou que a mulher estava em trabalho de parto.

Durante atendimento, o bebê nasceu e os militares auxiliaram a solicitante. O atendente permaneceu na linha até a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O bebê, que é um menino, e a mãe, passam bem.

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
mobile-1.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png