• Jornal Carangola

SES-MG registra morte por febre maculosa em Faria Lemos

Além do município, outros quatro óbitos foram confirmados no Estado em decorrência da doença. A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou ao G1 nesta quinta-feira (6) que cinco pessoas morreram vítimas da febre maculosa no estado em 2019. Um dos casos da doença que evoluiu a óbito foi registrado na cidade de Faria Lemos, na Zona da Mata. Em contato com a Secretaria Municipal de Saúde de Faria Lemos para mais informações sobre o caso e aguarda retorno. De acordo com a SES-MG, além do caso que resultou na morte de uma pessoa, outro registro foi confirmado no município. Informações sobre a identidade das vítimas não foram reveladas. As outras mortes ocorreram em Contagem (3) e Raul Soares (1). A transmissão da febre maculosa em seres humanos ocorre por meio da picada do carrapato infectado pela bactéria causadora da doença. Segundo a SES-MG, além das cinco mortes, outros dois casos -- um em Faria Lemos e um em Governador Valadares, no Leste de Minas -- tiveram diagnóstico positivo para febre maculosa, totalizando sete casos confirmados no estado neste ano. Em 2018, foram 58 confirmações, sendo 22 mortes. Já em 2017, 36 pessoas foram infectadas pela doença, e 19 morreram. O número de casos sob investigação não foi divulgado pela SES-MG.

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

FOTO-PERFIL.png
ORÇAMENTO.png

Parceiros

exame.png
perfil.png
açougue-fava.png
campestre-branco.png
mauricio padilha.png
FORNO-&CIA.png
projetilar.png
michelle.png
jornal-carangola.png
BAILE-DA-INDEPENDÊNCIA-TODOS-finalizado.png