top of page
  • Foto do escritorJornal Carangola

UEMG celebra os 50 Anos do Curso Superior de História em Carangola

Em 2022, a Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG Unidade Carangola – celebra os 50 anos do curso de Licenciatura em História no município. Um coquetel em comemoração ao cinquentenário ocorreu durante a abertura da Semana Acadêmica de História.



Participaram da abertura solene da Semana Acadêmica o Coordenador de História, professor Dr. Jonathan Mendes Gomes, o Chefe do Departamento de Ciências Humanas, professor Dr. André da Silva Ramos, os docentes Dra. Érika Oliveira Amorim Tannus Cheim, Dr. Mauro Franco Neto e Me. Ana Paula Silva Santana, estudantes do curso de licenciatura, além de ex-docentes, convidados e homenageados.



Em seu discurso, o coordenador Jonathan Gomes relembrou a história do curso em Carangola. O curso de Graduação em História, em sua modalidade Licenciatura, foi criado em 1972, junto com a criação da própria Fundação FAFILE de Carangola. Na época, havia uma crescente demanda na região por uma instituição que proporcionasse formação em nível superior, principalmente por cursos de Licenciatura.




Após credenciada, a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Carangola (FAFILE) iniciou suas atividades com a oferta de quatro cursos: Ciências/Matemática, Letras, Pedagogia e História. Outras licenciaturas foram instaladas posteriormente, como os cursos de Geografia (2001) e Ciências Biológicas (2003), além dos bacharelados que, somados então às licenciaturas, deram surgimento em 2007 à Faculdades Vale do Carangola – FAVALE.


Ao longo de sua trajetória na área de educação, a FAVALE dedicou-se à formação inicial e continuada de professores da Educação Básica até que, em 2013, foi absorvida pela Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG. A partir desta data surgiu, na Zona da Mata Leste de Minas, a primeira universidade pública da região, que passou a oferecer ensino superior gratuito e de qualidade.



Vale destacar, portanto, que o curso superior de História em Carangola está em funcionamento por 50 anos de forma ininterrupta, acompanhando o desenvolvimento da instituição desde seus primórdios. O prédio onde está localizada a UEMG Carangola é histórico, completou 100 anos de existência em 2022, tendo abrigado, inicialmente, o tradicional Colégio Carangolense.



O curso de História, voltado para a formação inicial e continuada de profissionais para o exercício da docência nos anos finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Educação Profissional, já formou, aproximadamente, 1.200 profissionais da educação local e de toda a região, que engloba cidades de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo.



A professora Érika Amorim proferiu seu discurso destacando a importância da memória afetiva e da contribuição de todos que passaram pela instituição. Enalteceu o legado deixado por dezenas de profissionais da educação e do ensino de História, historiadoras e historiadores, durante meio século de existência do curso em Carangola.



Foram homenageadas duas ex-secretárias do curso, Maria Luzia Pinheiro Maia e Marli Carrara da Rocha, sendo esta última a que mais tempo desempenhou a função: 36 anos.




O momento de maior emoção aconteceu em razão das homenagens aos ex-professores e a inauguração da galeria de fotos, instalada em local de destaque no bloco principal da instituição. Ex-docentes que já faleceram foram representados por seus familiares e reverenciados com muitas palmas, valorizando a contribuição de cada um deles para com o curso de História. São eles: Célio Roberto Pereira, Eber Jabour Amorim, Laerte Campos Hosken, Luiz Gomes e Rogério Carelli.



Na sequência, foram homenageados professoras e professores que ainda permanecem defendendo a bandeira da educação em prol de um ensino emancipador, muitos deles em outras instituições e residindo fora de Carangola: Alcyone Meirelles de Souza Santos, Aluizio Calisto Junior, Carolina Marota Capanema, Eduardo Francisco Pimentel, Gustavo de Souza Oliveira, Jamila Aparecida Silva Câmara, Marcos José Veronese Soares, Maria Cristina Coutinho Robert Boechat, Miguel Aparecido Teodoro, Rafael Dias de Castro, Rafael França Gonçalves dos Santos, Rafael Martins de Oliveira Laguardia, Randolpho Radsack Corrêa, Rubens Felipe Chemp, Tarcísio Glauco da Silva e Vera Maria Lopes Valadão.




Encerrando a noite memorável, foi servido um coquetel de confraternização aos presentes. A edição especial da Semana Acadêmica de História foi também marcada por palestras e oficinas ministradas por professores convidados e direcionadas aos estudantes do curso.


Por Alex Ferreira Jornal Carangola

O Jornal Carangola não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens.
O Jornal Carangola se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas.
As opiniões são de responsabilidade exclusivamente de seus autores.

WhatsApp Image 2023-02-14 at 01.02.04.jpeg

Parceiros

exame.png
8.png
2.png
mauricio padilha.png
2 (2).png
projetilar.png
Jornal - viajecirene.png
3.png
PURO SABOR FOTO PERFIL.png
WhatsApp Image 2022-09-26 at 14.05.32.jpeg
dna_estrategico.png
10.png
14.png
FOTO-PERFIL.png
PERFIL.png
bottom of page